Previsão Marítima

“Há alguns anos elaborei um sistema que captura dados espectrais e de boias de alertas de tsunami com a finalidade de apresentar de forma clara e dinâmica gráficos que facilitam o entendimento do estado do mar, para navegadores e praticantes de esportes náuticos.”

Iniciativa

A iniciativa desse desenvolvimento surgiu da minha necessidade em reunir dados sobre o estado do mar de fontes confiáveis e elaborar padrões que identificassem os dias da semana com as melhores condições para a prática da pesca submarina, pois cada fonte exibia um tipo de informação diferente e difícil de interpretar.

Com a captura periódica desses dados e a aplicação de algorítimos com base na escala Beaufort, produzi uma aplicação que me ajudou a estabelecer os dias mais seguros para fazer viagens mais distantes da costa em busca de novos pesqueiros, sem correr riscos.

Com o tempo fui aumentando o número de ferramentas, e hoje a aplicação informa amplitudes máximas e mínimas de maré, faz análise de velocidade entre os estofos, amplitude de ondulação costeira e oceânica, máximas de ventos, tempo, clima, avisos de mau tempo entre outros.

O sistema ficou conhecido através das redes sociais sobre pesca submarina e o crescimento dos acessos se fortaleceu apenas de boca em boca. Não montei qualquer tipo de indexação com a finalidade de observar o crescimento particionado.

O sistema está em nível nacional, avaliando a aceitação, mas há projeto em andamento para torná-lo útil a nível mundial.

Credibilidade

Passei a coletar os dados da localização de acesso no final de 2016 e notei um grande número de acessos, mesmo sem qualquer indexação no Google, apenas em indicação de um usuário à outro.

Os gráficos são gerados com base em captura de IPs. Porém, o mesmo IP de acesso só pode ser registrado na base após 1 hora, pois a ideia é chegar o mais próximo da quantificação de indivíduos diferentes acessando, e não toques no sistema.




Sistema

O sistema, hospedado em plataforma Debian Linux e escrito em linguagem C e shell script, captura e trata diariamente centenas de informações de fontes confiáveis e as armazena em um banco de dados MySQL, que alimenta uma interface de consulta na nuvem, classificando os dados por Estados e principais cidades litorâneas do Brasil, e categorizando por área de marinha e porto.

Algorítimo

Trata-se basicamente de um robô que trabalha automaticamente coletando informações e tratando dados de fontes confiáveis, aplicando algorítimos com base no sistema de enumeração da escala Beaufort, adotado oficialmente em 1834 pela marinha britânica, para determinar o estado do mar.

Francis Beaufort, hidrógrafo do almirantado britânico.

Interface

A interface foi desenvolvida em linguagem ASP(Active Server Pages), atualmente migrando para linguagem PHP(Hypertext Preprocessor), qual faz apenas a comunicação com a base de dados, pois toda a lógica do processo está no robô que transfere os dados ao banco de dados. Isso deixa o sistema mais leve para trabalhar em dispositivos mobile, utilizando o mínimo de processamento.

Estrutura

Todo o processo de captura e tratamento funcionam em uma pequena máquina Raspberry Pi 3, utilizando apenas 3Wh de energia, sendo que uma máquina comum gasta em média 500Wh.

Raspberry é a tendência em automação de baixo custo.

Fonte

As principais fontes de fornecimento de dados são o BNDO(Banco Nacional de Dados Oceanográficos), CPTEC(Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos)/INPE(Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), NOAA(National Oceanic and Atmospheric Administration) e Marinha do Brasil.

A aplicação não tem fins lucrativos, sua interface é totalmente livre para o acesso, seguindo determinações das fontes de dados. Também não tem intuito competitivo, a finalidade é expor informações de forma prática e segura, acrescentando experiências de navegação e modelos científicos.

URL

O sistema pode ser acessado no endereço http://previsao.info ou para quem possui Android, pode baixar o app pelo PlayStore ou através do link http://mobile.previsao.info . Pode ser acessado também aqui no site, clicando aqui .

A aplicação também pode ser acessada através de outros endereços, antigos e que foram preservados para manter a indexação. Os endereços são http://www.pescasubmarinabrasil.com.br e http://www.pescasubbrasil.com.br.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *