VENDE-SE 25% COTA SR500 – R$23.000

Objeto da venda

O objeto da venda se trata de 25% da cota da sociedade de uma embarcação modelo SR500 com motor de popa da marca Yamaha, modelo BET, com 90HP 4T e carreta rodoviária, com contrato de uso exclusivo para a prática de pesca subaquática amadora, e com porto no município de Itanhaém/SP.

Composição da embarcação

  • Casco modelo SR500 2012 projetado para mar aberto, reforçado com 5 longarinas de proa a popa;
  • cockpit em fibra com travessa em inox e para-brisa em policarbonato transparente, mais um paiol de documentos e mais um paiol para régua de bornes e fusíveis;
  • infláveis vulcanizados, desenvolvidos pela empresa Agboat em tecido PVC preto, com quatro câmaras independentes e seis puxadores de borracha;
  • capota t-top alongada em inox, com tecido no mesmo material dos infláveis e com suporte para arbaletes;
  • motor Yamaha 90HP 4T BET 2012 com todas as revisões periódicas em dia, realizadas por autorizada;
  • 2 mostradores de giro e trim da Yamaha;
  • carreta rodoviária emplacada, com eixo em inox e rodas de liga leve;
  • cabeamento elétrico naval estanhado da OceanBrazil em todo circuito do barco;
  • terminal elétrico com régua de bornes e avisos de falhas em leds;
  • estofados altamente resistentes, feitos com o mesmo tecido dos infláveis;
  • 1 tanque principal com capacidade de 130 litros;
  • 1 tanque de 12 litros interligado ao sistema de combustível por chaveador;
  • 1 volante em inox;
  • 1 sonar fishfinder Eagle Cuda 300;
  • 1 rádio VHF Cobra MR F45-D com 25w de potência e função DSC;
  • 1 antena de 9db de ganho real;
  • 1 bússola calibrada e com iluminação;
  • 2 faróis de milha;
  • 1 mastro com luz de alcançado;
  • 1 mastro com luz de alcançado e luzes de bordo;
  • 2 luzes de bordo;
  • 6 luzes de cortesia;
  • 1 capa de cockpit completa;
  • 2 baterias de 70 amperes chaveadas;
  • 1 buzina elétrica;
  • 2 bombas de porão de 1.100 galões/h com saídas independentes;
  • 1 bomba de porão de 1.100 galões/h reserva;
  • 1 acionador automático de bomba de porão;
  • 2 remos de alumínio;
  • 1 extintor;
  • 1 refletor de radar;
  • 1 escada em inox;
  • 1 boia circular;
  • 2 suportes de coletes salva-vidas;
  • 1 marcador de combustível;
  • 1 kit de pirotécnicos completo com maleta Índio;
  • 1 ferrolho para emergência e partida direta em caso de pane elétrica;
  • 1 chave de válvula;
  • 1 escâner mais software de diagnóstico da Yamaha;
  • 1 hélice reserva;
  • 1 marcador de parcel com 30 metros de cabo;
  • 1 soprador térmico;
  • 1 bomba de insuflar da Triboard;
  • 4 coletes salva-vidas tipo II;
  • 100 metros de cabo de âncora;
  • 1 âncora garatéia;
  • 1 âncora arado;
  • 1 púlpito em inox;
  • 1 bandeira do Brasil;
  • 1 bolsa estanque;
  • 1 kit de remendo
  • 1 kit de fusíveis.

Consumo do motor

O consumo depende da velocidade empregada, a quantidade de pessoas e petrechos. A embarcação atinge fácil 37 milhas náuticas/hora, mas a sua velocidade de cruzeiro, com baixo consumo, é de 20 milhas náuticas/hora.

Navegação excelente em qualquer condição de mar.

Navegando a 20 milhas náuticas/hora, chegará na Queimada Grande em menos de 1 hora de viagem. O consumo médio entre a rota Itanhaém, Parcel da Conceição, Queimada Grande e Itanhaém novamente, gasta em média 50 litros.

A velocidade e estabilidade de um inflável é um ponto importantíssimo quando se pensa em sair de uma condição ruim inesperada. As melhores pescaria acontecem no terminar do dia, e no verão ou em dias de calor extremo, é muito comum tempestades repentinas.

Barco navegando com ventos de 78km no retorno do Parcel Dom Pedro, 14mn de Itanhaém/SP.

Autonomia do motor

Esse motor sempre utilizou gasolina de alta octanagem, visando a preservação da saúde do mesmo. O tanque é chaveado entre um tanque principal de 130 litros e outro de 12 litros, são 142 litros de combustível disponíveis.

Pela ficha técnica da Yamaha, esse motor consome 30.1 l/h a 5.500 rpm (alta velocidade), o que daria uma autonomia de mais de 4 horas de navegação.

Comunicação marítima

A comunicação na região é feita com rádio VHF Cobra MR F45-D utilizando a função “HI”, que transmite em potência de 25w. O rádio ainda possui a função DSC para avisos de emergência. O conjunto acompanha uma antena de 9db de ganho real. O rádio alcança facilmente uma distância de mais de 10 milhas náuticas com nitidez, o meu último teste estava na Laje da Conceição (6mn de Itanhaém) e conversando com um barco atracado no Clube Náutico de Itanhaém a 100%.

O canal de chamada da região é o 68 e todas as embarcações da região conhecem “o bote preto”, como é conhecido na área.

A comunicação celular pega bem até 10 milhas náuticas da costa, mas depende de operadora. A melhor operadora na região, por incrível que pareça, é a TIM e a Vivo, que costumam ter sinal na Queimada Grande (20mn da costa).

Valor de venda e despesas

O valor de venda dos 25% da cota da sociedade é de R$23.000,00 (vinte e três mil reais). As despesas mensais incluem marina no valor de R$425,00 e o marinheiro que cuida do barco no valor de R$120,00. Dá um total de R$545,00 dividido por 4 sócios, ficando para cada um dos sócios o valor mensal de R$136,25.

Oportunidade

É uma embarcação muito procurada pela segurança que proporciona, é uma embarcação semirrígida, ou seja, casco em fibra com infláveis que garantem a estabilidade, o que a torna insubmergível.

O motor é muito silencioso e quase não se escuta ele embaixo d’água, o que é muito bom quando se usa um piloteiro, qual pode ficar com o barco ligado o tempo todo dando suporte à quem está na água sem causar pânico aos peixes.

O piloteiro muitas vezes faz a diferença entre embarcar ou não uma boa peça.

O casco passou por uma reforma estrutural com profissional habilidoso em construção naval para suportar condições adversas de tempo e mar que outras embarcações não suportariam. Foram, adicionadas 5 longarinas de proa a popa, segurança que não vai encontrar em embarcações no mercado. Também foi adicionado um berço muito resistente para dar segurança na fixação de uma capota t-top alongada, que protege desde o cockpit até o banco de popa.

O casco passou por uma reforma muito sólida, é um casco muito resistente e com excelente navegabilidade.

A embarcação foi adaptada para a pesca subaquática, foi retirado o banco do piloto para que possa embarcar com facilidade peixes de grande porte, e os infláveis possuem uma proteção extra no ponto onde os peixes são içados para dentro. O t-top também possui um suporte para o transporte dos arbaletes, liberando o espaço para a circulação. Foi feito piso antiderrapante em todo o assoalho para que mesmo com peixes se esfregando no chão ou com meias de neoprene, não fique escorregadio.

O banco foi retirado para ter uma área fácil de embarcar peixes que deem um pouco mais de trabalho.

Os infláveis possuem 6 anos, mas recentemente foram feitas recolagens de puxadores e fitas de proteção. Os infláveis são vulcanizados (solda eletrônica) e por isso não corre o risco do inflável descolar e vazar, também foram feitos com um tecido de PVC mais resistente, com trama mais fechada e mais leve. São compostos por quatro câmaras de ar independentes, então se uma câmara furar terá a sustentação das outras três.

Visto que as pescarias sempre terminam ao anoitecer, foram adicionados faróis de milha para identificar os pescadores na água. A embarcação também conta com uma gama de luzes para o pescador poder identificar o barco a noite de dentro d’água.

O conjunto conta com duas bombas de porão de 1.100 galões hora com saídas independentes, uma acionada automaticamente por um automático e a outra acionada por um botão no painel. Esse excesso de bombas foi planejado para o caso de alguém ser surpreendido por alguma onda grande que não possa evitar na travessia da barra. Assim, no caso de um grande alagamento, o expurgo rápido da água fará com que o barco retome o planeio rapidamente e saia da situação de risco.

Toda a elétrica da embarcação foi bem dimensionada e modelada em um diagrama elétrico por um dos sócios com formação em eletrônica, e aplicada à risca com o melhor material elétrico naval do mercado por um profissional com experiência em elétrica naval. O circuito elétrico é todo estanhado e livre de falhas que possam colocar em risco o barco. Qualquer evento que possa ocorrer no circuito é facilmente identificado por leds que acendem no painel para informar o motivo do problema. Em caso de sobrecarga ou curto, fusíveis independentes queimarão sem deixar todo o circuito elétrico indisponível, e luzes na régua de borne acenderão para informar quais fusíveis estão queimados para poder realizar a substituição.

No quesito da segurança, além dos itens obrigatórios, exemplo de coletes salva-vidas, kit de pirotécnicos (com caixa estanque Índio) e extintor, levamos em uma bolsa estanque um ferrolho reserva que pode ser usado para dar partida diretamente no motor, em caso de uma pane elétrica. Também há uma bomba de porão reserva para qualquer emergência, somando três bombas de porão ao todo. Além de kit de reparo e kit de fusíveis para reposição.

Desenvolvemos um ferrolho reserva para poder dar partida direta no motor, em caso de pane elétrica.

A última revisão com a autorizada foi realizada em agosto de 2023, quando foram trocados todos os filtros de combustível, filtro de óleo, óleo do motor e óleo de rabeta.

Há poucas semanas trocamos o eixo e rodas da carreta, por itens mais resistentes em inox e liga leve. Colocamos um sistema em bucha de nylon para evitar gastos com troca de rolamentos e campanas, que deterioram com rapidez em contato com a água salgada.

Faz parte da sociedade um escâner de diagnóstico com software da Yamaha, muito útil para aferir orçamentos e laudos de mecânicos, fazer preventivas e diagnósticos de falhas.

Todos os sócios são aficionados por pesca subaquática, são ótimos parceiros de pescarias e com bastante experiência de pesca e navegação.

A embarcação está avaliada no mercado em R$140.000,00 e a cota está sendo vendida por R$23.000,00, ou seja, a cota está saindo R$12.000,00 abaixo do valor que deveria ser anunciada. É uma grande oportunidade de ter um conjunto de grande liquidez, com pouco investimento.

Hospedagem

O barco fica hospedado na marina com melhor infraestrutura e serviço da região. A marina tem horário flexível e conta com estacionamento, wi-fi, estação de rádio, churrasqueira, piscina, local para limpar peixes e um bar super funcional para poder frequentar junto com a sua família e amigos, além de um contrato que garante o seu resgate no mar em caso de pane.

A marina é bem familiar, clima agradável e os proprietários e colaboradores muito profissionais. Além disso, grande quantidade dos clientes são pescadores subaquáticos e a volta das pescarias sempre terminam em comemoração e muitas histórias de pescarias!

A segurança da marina é excepcional, a marina possui diversas câmeras de vigilância e segurança noturno, e todos os colaboradores são de confiança e com muito tempo de casa.

Região

O barco fica hospedado no município de Itanhaém/SP, pois dá acesso rápido aos melhores pontos de pesca do litoral sul, entre eles a Laje da Conceição (12 minutos/20 litros/6mn), Parcel da Conceição (12 minutos/20 litros/6mn), Ilha da Queimada Pequena (30 minutos/30 litros/11mn), Parcel Dom Pedro (35 minutos/35 litros/14mn), Parcel dos Reis (35 minutos/35 litros/14mn), Ilha da Queimada Grande (50 minutos/50 litros/19mn), Parcel do Una (01h10/70 litros/25mn), entre outras várias coordenadas que todos os sócios possuem.

Existem vários pontos não visuais na região de Itanhaém.

A marina fica no rio Itanhaém, muito próximo da barra que liga o rio ao mar. Esse trajeto entre mar e rio necessita de algum conhecimento de navegação e condições de maré, que é adquirido em poucas saídas com os sócios.

Para os dias que não há pescaria e decida sair com amigos e família, o rio proporciona passeios bacanas, inclusive tem um bar em uma ilha dentro do rio que vale a pena conhecer.

Pescarias

A região de Itanhaém propicia excelentes pescarias o ano inteiro. A temporada inicia geralmente em meados de novembro e começa a ficar mais difícil em meados de julho. No verão é possível capturar praticamente todas as espécies de peixes, peixes de costeira e peixes de alto mar. No inverno encostam grandes cardumes de sororocas e é possível capturar alguns bijupirás que acompanham a chegada das raias manta.

A temporada é anunciada com o aumento da temperatura da água e a chegada de grandes cardumes de parus e caranhas, atraídos pela agitação do acasalamento. Nesse período os peixes quase deixam ser tocados com tal comprometimento com a reprodução.

As espécies de peixes esportivas mais comuns na região são a sororoca (Scomberomorus brasiliensis), cavala branca (Scomberomorus regalis), cavala verdadeira (Scomberomorus cavalla), paru (Chaetodipterus faber), espada (Trichiurus lepturus), salteira (Oligoplites saliens), ubarana (Elops saurus), taínha (Mugil cephalus), robalo (Centropomus undecimalis), caratinga (Diapterus rhombeus), galo de penacho (Selene vomer), galo verdadeiro (Selene setapinnis), corvina (Micropogonias furnieri), porquinho (Aluterus monoceros), anchova (Pomatomus saltatrix), badejo-mira (Mycteroperca acutirostris), badejo-quadrado (Mycteroperca bonaci), pescada amarela (Cynoscion acoupa), xaréu branco (Alectis ciliaris), cioba (Lutjanus analis), vermelho henrique (Lutjanus synagris), bijupirá (Rachycentron canadum), caranha (Lutjanus cyanopterus), garoupa (Epinephelus marginatus), sargos-de-beiço (Anisotremus surinamensis), sargos-de-dente (Archosargus probatocephalus), prejereba (Lobotes surinamensis), carapau (Caranx crysos), bonito (Euthynnus alletteratus), olhete (Seriola lalandi), olho-de-boi (Seriola dumerili), remeiro (Seriola rivoliana), dourado (Coryphaena hippurus), pampo rajado (Trachinotus marginatus), pampo amarelo (Trachinotus carolinus), sernambiguara (Trachinotus falcatus), bicuda (Sphyraena guachancho) e várias espécies de budiões. Mas é bem comum no verão aparecerem peixes de alto mar, exemplo da meca (Kajikia albida), sailfish (Istiophorus albicans), atum branco (Thunnus alalunga), barracuda (Sphyraena barracuda), wahoo (Acanthocybium solandri) e até grandes cações.

A qualidade da água é ótima o ano todo e com esse conjunto não há viagem perdida, pois quando não tem condição de água favorável próximo da costa, pode-se deslocar até a ilha da Queimada Grande que fica a 20mn da costa, onde vai encontrar água oceânica com uma média de visibilidade de 20 metros.

Você pode ver fotos e vídeos de algumas pescaria na região, clicando abaixo:

Por que investir em uma sociedade?

A sociedade permite a você ter um bem de valor elevado por um preço acessível. Possibilita também grande economia na divisão de despesas, conseguindo com isso ter um barco seguro, mantendo as revisões dentro dos prazos, efetuadas por profissionais qualificados e com peças originais. Outras vantagens são o de poder dividir despesas de combustível e piloteiro, e de sempre poder contar com os sócios como parceiros de pescarias.

Documentação

A embarcação está homologada para mar aberto e a documentação do barco e carreta rodoviária estão atualizadas e sem pendências.

Os documentos estão no nome de um único proprietário e os demais em um contrato firmado entre às partes. Porém, na renovação do documento está previsto colocar o nome de todos os sócios ao documento, o que não era possível até pouco tempo.

Contrato da sociedade

O contrato da sociedade estabelece a cota de cada membro, firma os interesses, direitos e responsabilidades dos sócios em relação ao uso e manutenção do objeto.

Contato

Para informações e compra, por favor enviar mensagem pelo WhatsApp 19 99832-6150, com Otávio Magalhães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

46 + = 47